Vida em contramão

25 de maio de 2017


Quando descobres que estás num caminho que não é o teu ou que não és a pessoa que imaginaste ser, não te sintas mal e não te martirizes.
Não penses que foi um erro ou que foi tempo desperdiçado.
Se hoje te olhas ao espelho e sabes quem és é também graças a esse caminho.
O tempo em que aprendes algo nunca é em vão, é o tempo em que recolhes
 bagagem de que irás precisar.
Todas as vivências têm a sua razão de ser, não só pelo que nos ensinam, como também
pela forma como mudam a nossa perspectiva sobre a vida.
Se a tua vida vai em sentido contrário a quem és de verdade, podes sempre fazer inversão de marcha ou, pelo menos, reajustar o trajecto e fazer pequenos desvios.

Na vida não existe uma via rápida para o sucesso, tens de percorrer caminhos de terra com lombas e depressões, perderes-te neles e voltares a encontrar-te. 

  

* 

Disse-me o vento #2

22 de maio de 2017

O risco pode ser grande, mas a vitória pode ser ainda maior!
Se cairmos levantamo-nos, é sempre assim na vida...mesmo quando estamos na nossa zona de conforto.

*

Disse-me o vento #1

15 de maio de 2017

*
 
Como neste momento não me sobra muito tempo para o blogue, mas resta-me uma enorme vontade de não o deixar sem rumo, decidi escrever-vos breves mensagens.
Não se trata de uma mudança (definitiva) e alguns posts serão como os que fiz até então.
Vou continuar a visitar e a comentar os vossos blogues, se bem que com menos regularidade.
A todos os que por aqui passam, obrigada e um beijinho.
 

Não vás para longe de ti

10 de maio de 2017


Não sejas a areia arrastada pelo mar,

Sê a rocha em que embatem sem derrubar.

 
 
Não te deves deixar levar pelos outros.
Deves permanecer quem és,
mesmo que para isso tenhas de enfrentar fortes marés.
Só assim chegarás onde queres chegar,
só assim a felicidade podes alcançar.
 
 
*
 

Coração (in)fiel

6 de maio de 2017

É possível amar duas pessoas ao mesmo tempo?

 
 
O amor tem mil feitios, mil identidades. 
O amor não tem uma só forma de ser,
O amor é livre para ser o que quiser!
Um amor não se apaga para que outro se acenda,
Cada um arde por si, à sua maneira.
Acredito não no que me diz a razão, mas no que sinto.
Amar com a razão é impor limites ao amor,
 logo ao amor que deve ser o mais puro e espontâneo de todos os sentimentos.
Amar com o coração é viver por inteiro, 
É viver as emoções e nada é mais nosso do que o que sentimos.
No amor não há liberdade de escolha,
O amor entra na nossa vida mesmo sem o convidarmos.
Parece impossível e errado amar duas pessoas, 
Mas o impossível e o errado só existem para a razão.

Pode um coração ser infiel a si mesmo se amar a dobrar? 


*

Eis a questão - Todos os meses formulo uma questão (vejam na barra lateral) e no mês seguinte inspiro-me nessa mesma questão para escrever um pequeno texto que transparece a minha resposta, obviamente que é apenas uma opinião. O meu intuito não é de todo apresentar a reposta "certa", até porque nenhuma resposta é errada e acredito que nunca existe uma só verdade.

As lágrimas de ontem são os sorrisos de hoje

2 de maio de 2017

Imagem| Rita Norte
 
Se o teu passado foi difícil aí tens mais uma razão para lutar pela felicidade.
Todo o mal que viveste não deve ser motivo para chorar, deve ser o que te leva a sorrir todos os dias.
Não esperes que o passado seja diferente, luta para que o futuro te surpreenda.
Não te percas nos espinhos, concentra-te no perfume e nas cores de um novo desabrochar. 
O que foi é imutável, mas o que será pode ser tudo o que quiseres.
 
 
*
 
FREE BLOGGER TEMPLATE BY DESIGNER BLOGS