12 de setembro de 2017

O que os outros pensam sobre nós...

... não nos define, não nos acrescenta nem nos diminui.

Quando seguimos o coração somos loucos,
Quando seguimos a razão somos aborrecidos.
Quando somos nós próprios somos estranhos,
Quando somos como os outros somos admiráveis.
Quando não queremos saber o que os outros pensam,
 somos felizes.


*
Imagem | Pixabay
Texto | Rita Norte

21 comentários:

  1. 👏👏👏Tão verdade querida Rita. Mas é difícil atingir esse ponto onde não importa o que os outros pensam de nós.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sem dúvida que é difícil, aliás nem sei se é totalmente possível. Mas o importante é nao sobrevalorizar a opinião dos outros, pois não passa disso mesmo, de uma mera opinião.
      O que pensam de nós não nos pode comandar, temos de tentar ao máximo seguir aquilo em que acreditamos e se algo nos faz bem pouco importa o que os outros pensam.
      Obrigada Fia, um grande beijinho!

      Eliminar
  2. Ora nem mais! É que é isso tudo.

    Beijos

    ResponderEliminar
  3. Querida Rita,

    Um caminho sábio com a poesia reflexiva, que desnuda a aparência
    e nos leva mais próximo do ser autêntico, assumido e feliz.
    Sempre este caminhar por dentro de nós nos leva para
    a seta da felicidade...
    Aprecio imensamente este seu belo caminho poético
    no contato profundo da reflexão.
    Muito grata pelo seu comentário inteligente, profundo
    e generoso que engrandece o meu exercício com o escrever
    neste ato libertário e criativo. A sua partilha é muito
    valorosa para mim!...
    Dias luminosos, inspiradores e felizes para você, minha querida!
    beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada, Suzete! É um enorme gosto acompanhar o seu espaço e partilhar este meu rumo consigo. As suas palavras que tanto aprecio sempre enriquecem o que escrevo, obrigada por isso e por todo o carinho.
      Um fim-de-semana muito sorridente, beijinhos!

      Eliminar
  4. Respostas
    1. ...e que muitas vezes escondemos até de nós próprios!
      Beijinho

      Eliminar
  5. Boa noite Rita,
    Palavras sábias!
    Beijinhos,
    Ailime

    ResponderEliminar

  6. Olá, navegando em blogs amigos, cheguei até seu blog. Amei suas postagens, e já estou seguindo. Lhe convido a conhecer os meus, se gostar segui, ficarei muito grata. Abraços, tenha um abençoado domingo.
    Prof Lourdes Duarte
    http://professoralourdesduarte.blogspot.com.br/
    http://lourdesduarteprof.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  7. O que eu posso dizer?... Que adorei cada palavra... e que vou ficar, com mais este teu trabalho debaixo de olho, para qualquer dia o destacar lá no meu canto!
    Um fantástico trabalho, Rita! Parabéns!
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar
  8. Como dói uma desilusão amorosa. Que motiva essa desilusão não imagina a dor que está causando. Por isso devemos seguir sempre a razão. Grata pela visita, volte sempre amiga. Bjuss

    ResponderEliminar