O amor da minha vida

1 de setembro de 2017


Quando uma relação termina e insistes em reatá-la, não estás a lutar pela tua felicidade, estás a impedir-te de ser feliz.
Por mais doloroso que seja, o fim é uma realidade, muitas vezes, irreversível. Mas o fim de algo é também o ponto de partida para algo novo e diferente.
Não precisas de acreditar que vais voltar a ser feliz, acredita somente que vais ficar bem e quando isso acontecer tudo terá um novo sentido. 

Se quiseres lutar por alguém, luta por ti.
O amor da tua vida és tu.


*

Imagem e texto | Rita Norte

22 comentários:

  1. Excelente postagem! Adorei

    Beijo, bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  2. Nem mais... antes de nos apaixonarmos por alguém... temos que nos apaixonar por nós mesmos... na dose certa... sem cultivar o individualismo... mas temos que assegurar o nosso amor próprio...
    Como sempre, um excelente post, por aqui...
    Beijinhos! Feliz semana!
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, Ana! O amor próprio é essencial até para que qualquer outro amor exista de forma saudável. Temos de gostar de quem somos e não nos esquecermos de que não dependemos do amor alheio.
      Obrigada, um grande beijinho!

      Eliminar
  3. Rita concordo plenamente, quando uma relação termina o importante é seguir em frente, o voltar atrás normalmente só vai trazer mais magoas.
    A vida só se vive uma vez, por isso há que a viver bem.
    Beijinhos.
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Seguir em frente, é mesmo o melhor que podemos fazer por nós próprios!
      "A vida só se vive uma vez, por isso há que a viver bem", é um excelente lema, Maria!
      Beijinhos

      Eliminar
  4. Lutar por si mesmo. Creio que é a melhor solução. Gostei do texto.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Partilho da mesma opinião, é a solução mais benéfica e o nosso bem estar deve ser sempre uma prioridade.
      Obrigada pela visita e pelo comentário, um beijinho!

      Eliminar
  5. Olá, lutar para recuperar o que acabou não é solução,a vida continua e o inesperado positivo volta acontecer.
    Continuação de boa semana,
    AG

    Mais do que a um país
    que a uma família ou geração
    Mais do que a um passado
    que a uma história ou tradição
    tu pertences a ti
    não és de ninguém.

    Os Resistência

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É bem verdade o que disse, acredito que há sempre algo de positivo por vir.
      A letra dessa música é uma lição, obrigada pela partilha!
      Obrigada pela visita, beijinho!

      Eliminar
  6. Creio que está tudo (muito bem) dito! Ou seja, em pleno acordo. :)
    Um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pela visita e pelo comentário, bem-vindo a este meu rumo!
      Beijinho

      Eliminar
  7. As pessoas têm que refletir sobre a relação, perceber a que ponto é que chegou e se sentem que vale a pena continuar a mantê-la. Quando percebem que o fim é a única solução, tentar reatar só impede que ambos sigam em frente.
    Concordo contigo!

    r: Eu entendo, há livros que acabam por nos parecer mais prioritários e, inevitavelmente, há outros que deixamos para trás. Se leres, depois diz-me o que achaste :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nem mais! Não vale a pena manter o que já não está vivo, só nos machucamos mais.
      Beijinho

      Eliminar
  8. Mais do que um bom ponto de vista!

    Bom fim-de-semana, amiga!

    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, Fá!
      Bom fim-de-semana, um beijinho.

      Eliminar
  9. Passando para deixar um beijinho e te desejar um óptimo domingo...
    Ana

    ResponderEliminar
  10. Oi Rita, passando para desejar uma boa semana.
    Beijinhos
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar

 
FREE BLOGGER TEMPLATE BY DESIGNER BLOGS