Viveram felizes para sempre?

29 de março de 2017


Viveram juntos e felizes para sempre? Impossível!
Viveram juntos e infelizes para sempre? Provável!
Viveram separados e felizes para sempre? Possível!
 
O final conhecido por todos nós é, para mim, um objectivo de vida e não um hino ao amor eterno.
Todos queremos viver felizes para o resto da vida, mas quem disse que seria ao lado de outra pessoa?
A felicidade não tem andar de mãos dadas com o romance.
É preciso ser feliz para amar, mas não é preciso amar (outrem) para ser feliz.

*
 
Acreditam no amor eterno?

17 comentários:

  1. Parece que o Amor se tornou uma obrigação estereotipada de Bucket List, como ter uma casa, casar ou ter filhos. Quando algo não surge e flui com naturalidade jamais será genuíno ou transcendental.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É mesmo o que penso, sem tirar nem pôr!
      Uma vez mais um comentário que muito apreciei, obrigada!
      Beijinho

      Eliminar
  2. Acerdito em sermos felizes por nós próprios primeiro e não em função do amor!
    Beijinhos,
    http://chicana.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    2. Também acredito que a felicidade parte de nós mesmos e não depende do amor de alguém.
      Beijinho

      Eliminar
  3. Acredito sim, embora raro.
    Também acredito que as pessoas se acomodam. Gostei de ler-te

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, muitos amores morrem por causa da acomodação... o amor não vive por si próprio, tem de ser alimentado.
      Beijinho, Cidália!

      Eliminar
  4. Eu acredito no amor eterno! Acredito que quando partilhamos a vida com alguém, a cada dia, a cada etapa, a cada acordar vamos sempre descobrindo algo novo, vamos reconstruindo o nosso amor e, por isso, acredito que ele possa ser eterno!
    Contudo concordo a 100% contigo quando dizes que para amar é preciso ser feliz, mas para ser feliz temos de nos amar a nós próprios.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pelas tuas palavras, a ideia de ir reconstruindo o amor pode ser mesmo o "segredo" para que o amor seja longo ou eterno.
      Beijinhos

      Eliminar
    2. É nisso que eu acredito ... é assim que eu imagino o amor eterno ;)
      Beijinho

      Eliminar
  5. Acredito que poucos tem essa sorte :-)

    beijitos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muitos poucos, diria eu! E ainda assim tenho dúvidas ;)
      Beijinho

      Eliminar
  6. Boa reflexão, amiga.
    Eu acredito no AMOR, não importa a forma. Pode ser só hoje, para sempre ou há-de vir.
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada! Deve mesmo ser o melhor, acreditar no amor simplesmente.
      Beijinhos

      Eliminar
  7. Mas para se ser feliz é preciso ter sempre amor no coração.
    "Se não tiver amor, nada sou."(1 Cor. 13)

    Bom fim-de-semana!

    Bjs

    ResponderEliminar
  8. Acredito que existe... embora seja tão fácil de encontrar como uma agulha, num palheiro...
    Mais um texto fantástico, que nos faz reflectir em todas as variantes da felicidade e do amor...
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar
  9. Olhando para os meus pais, acredito.
    Pelo caminho com certeza um pouco de tudo. Paixão. Ilusão. Desamor. Divergências. Amuos.Impaciência. Brigas...
    Hoje, a amizade a ternura o amor até ao infinito, a sapiência e resmas de complacência preenchem o pacote.
    Isto é amor, amor verdadeiro. Não tenho dúvidas.

    Agradeço a visita.
    Gostei de aqui entrar.
    Dida

    ResponderEliminar

 
FREE BLOGGER TEMPLATE BY DESIGNER BLOGS